Salvador Sobral discursa no Festival da Eurovisão
 
Salvador Sobral discursa no Festival da Eurovisão

Na conferência de imprensa que se seguiu à primeira meia-final do Festival da Eurovisão, ontem, em Kiev, Salvador Sobral envergou uma t-shirt com a inscrição "S.O.S Refugees".

Questionado sobre o significado da mesma, o representante de Portugal, que ontem se apurou para a final de sábado, explicou que quis aproveitar a exposição que iria ter para alertar para o tema.

"Esta é uma grande festa europeia. Estamos aqui a celebrar a música, e isso é ótimo", começou por dizer. "Mas há coisas que me preocupam, a mim e suponho que a muita gente".

"Quando soube que vinha [a Kiev], pensei logo [em falar] sobre os refugiados, que deixam o seu país, fugindo da morte. Não se iludam", sublinhou. "Estas pessoas não são emigrantes, são refugiados, fugindo da morte. Não posso dizer que a Europa não está a fazer um esforço, mas há tanta burocracia a acontecer nos campos de refugiados - na Grécia, na Turquia, em Itália...".

"Eles pedem certificados de nascimento a pessoas que acabam de chegar em barcos de plástico - é uma loucura! Penso que a Europa devia tentar criar caminhos legais e seguros entre esses países e os países de destino.Se estou aqui, com esta exposição na Europa. o mínimo que posso fazer é deixar uma mensagem humanitária. Se somos humanos e não animais, temos de ser humanitários", rematou Salvador Sobral, ladeado pela sua irmã, Luísa Sobral, autora da canção que representa Portugal no Festival da Eurovisão, "Amar pelos Dois".

 
Publicação: 2017-05-10 - 21:31:04
 
www.rci.pt