Castro Daire

 

  Com uma área de 376,25km2, o concelho de Castro Daire é limitado a norte pelos municípios de Cinfães, Resende, Lamego e Tarouca, a leste por Vila Nova de Paiva, a sul por Viseu, a sudoeste por São Pedro do Sul e a oeste por Arouca. Subdivido por 22 freguesias, com 16.836 habitantes – Almofala, Alva, Cabril, Castro Daire, Cujo, Ermida, Ester, Gafanhão, Gosende, Mamouros, Mezio, Mões, Moledo, Monteiras, Moura Morta, Parada de Ester, Pepim, Picão, Pinheiro, Reriz, Ribolhos e São Joaninho – tem o seu feriado municipal a 29 de Junho. Castro Daire apresenta uma paisagem variada e surpreendente. Do seu panorama salienta-se o rio Paiva, centro de atracção a desportistas, pescadores, banhistas fluviais, etc. A sua personalidade histórica mais importante é o Padre Sebastião Vieira, frade jesuíta que foi martirizado no Japão, no século XVII. Embora o concelho apresente ainda um aspecto de vila medieval, nestas últimas décadas tem-se expandido, ostentando já um aspecto de vila moderna. Apesar de já restarem poucos artesãos, o artesanato em Castro Daire ainda perdura. Exemplos disso são a olaria de Ribolhos, a cestaria, a feitura de colchas e mantas, campainhas, tamancos, sebes para carros de bois, as capuchinhas de Montemuro, etc. De gastronomia local existe o bolo podre da Páscoa, os enchidos, o presunto fumado, o pão de milho caseiro, o cabrito assado, as trutas do Paiva, entre muitos outros.